Ações

Como faço para investir na Bolsa?

O primeiro passo para investir na Bolsa é preencher um cadastro junto a JB3 Investimentos, escritório afiliado da XP Corretora, que fará a ponte entre você, e a Bolsa de Valores.

O que é uma ação?

Uma ação representa uma parte de uma determinada empresa. A compra de ações na Bolsa transforma o investidor que adquire os papéis em sócio da companhia, mesmo que numa proporção pequena em relação ao controlador, o chamado sócio majoritário.

Há algum custo para abrir uma conta?

Não há custos para abrir uma conta na XP Investimentos Corretora através da JB3 Investimentos. Você pode se tornar cliente sem pagar nenhuma taxa.

Há algum custo para manter uma conta?

O custo de manutenção da conta é de apenas R$ 6,90 para o Plano Express e Universitário de R$ 14,90 para quem opta pelo plano Private.

O que é Home Broker?

O Home Broker é a ferramenta de negociação on-line que permite a compra e venda de ativos. A ferramenta é interligada ao sistema da Bovespa, enviando as ordens diretamente para a Bolsa, que reúne o mercado de compra e venda de ações no Brasil.

Além disso, através do Home Broker, você pode acompanhar as cotações dos ativos, visualizar relatórios e gráficos das empresas, acompanhar notícias sobre o mercado e realizar operações avançadas.

O que acontece com o meu dinheiro se a corretora falir? Perco todo o investimento?

Ao adquirir uma ação, ela fica em seu nome e custodiada na CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia). Portanto, caso ocorra qualquer problema com a corretora, você não perderá suas ações, muito menos seu investimento.

Quais custos eu terei ao comprar uma ação?

Os custos operacionais são: taxa de corretagem, cobrada pela corretora; emolumentos, cobrados pela Bovespa.

Há algum comprovante emitido na compra de ações?

Sim. O investidor recebe três tipos de comprovantes distintos. Um da Bovespa – o Aviso de Negociação de Ações (ANA); outro emitido pela CBLC, no qual consta a posição em ativos do investidor e as movimentações ocorridas durante o mês de referência e, por fim, a nota de corretagem disponibilizada pela XP Investimentos Corretora. Você pode acessar, no portal XP Investimentos Corretora, a sua nota de corretagem no dia seguinte à operação, na qual consta dados como o nome do investidor, a quantidade de ações compradas ou vendidas, o preço unitário, as despesas com corretagem, emolumentos, ISS e o valor total a ser pago ou recebido, além de recebê-la através do e-mail que enviamos para o endereço eletrônico cadastrado.

Quando compro uma ação, o valor é debitado no mesmo instante?

Não, a liquidação financeira da compra ou da venda de uma ação ocorre no terceiro dia útil (D3) após a realização do negócio em pregão. O valor deve, no entanto, estar em uma de suas contas – depósito ou investimento – para que você possa adquirir o ativo.

Como posso lucrar ao adquirir uma ação?

O lucro com a operação com uma ação pode ocorrer quando o investidor vende o ativo a um preço maior do que o preço da compra. No entanto, permanecendo com o ativo em custódia, é possível receber ganhos sob forma de proventos, como dividendos e juros sobre capital.

Qual a diferença entre comprar ações e investir em um Fundo de Ações?

Ao investir em ações, o investidor faz a gestão de sua própria carteira. É ele quem decide em quais ações investir, a quantidade e o momento de comprar e vender. É possível montar uma carteira mais conservadora minimizando os riscos, ou investir em ações mais arriscadas, com potencial de ganho maior no curto prazo.

O investimento em fundos permite uma maior comodidade ao investidor, já que a gestão é feita por especialistas, que acompanham e analisam o mercado em busca das melhores oportunidades. Nesse caso, é muito importante avaliar o histórico do gestor, assim como suas políticas de investimentos e custos.

Existe alguma ferramenta que minimize meu risco de prejuízos?

Sim. O investidor pode colocar uma ordem stop, pelo Home Broker, usada como proteção. Dessa forma, a ordem de venda é enviada à Bovespa quando o preço da ação atingir o limite determinado pelo investidor.

O mecanismo é simples: o investidor determina um preço mínimo de venda do papel – o preço limite – e um preço de disparo da ordem para a Bolsa – o preço stop, que deve ser abaixo da cotação e acima do preço limite. Assim que a cotação do papel atingir o valor do preço stop, a ordem é enviada com o valor que consta no preço limite.

AGENTE UMA VISITA COM UM DE NOSSOS ESPECIALISTAS

* Conteúdo adaptado do site da XP Investimentos: www.xpi.com.br